>A DIFERENÇA ENTRE PASTORES E LOBOS.




































Jesus Cristo :
Leão da Tribo de Judá.
Maravilhoso, Conselheiro,
Deus Forte, Pai da Eternidade
e Principe da Paz!

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Como deve um Cristão lidar com sentimentos de culpa em relação a pecados cometidos, quer tenham sido antes ou depois da salvação?


Todo mundo tem pecado, e um dos resultados do pecado é culpa. Podemos ser agradecidos por sentimentos
de culpa porque eles nos levam ao arrependimento. No momento em que uma pessoa se vira contra o
pecado em direção a Jesus Cristo, seu pecado é perdoado. Arrependimento é parte da fé que leva à salvação
= (Mateus 3:2; 4:17; Atos 3:19).=
Em Cristo, até mesmo os piores pecados são apagados
(leia 1 Coríntios 6:9-11=
para encontrar uma lista de obras injustas que são perdoadas). Salvação é pela graça,
e graça perdoa. Depois que uma pessoa é salva, ela ainda vai pecar. Quando isso acontece,
Deus ainda promete perdão. “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis.
Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”
= (1 João 2:1).=
Liberdade do pecado, no entanto, nem sempre significa liberdade de sentimentos de culpa.
Mesmo quando nossos pecados são perdoados, ainda nos lembramos deles. Além disso, temos um
inimigo espiritual, chamado de “acusador de nossos irmãos”
em Apocalipse 12:10,=
o qual nos lembra de uma forma tão cruel todas as nossas falhas, erros e pecados.
Quando um Cristão experimenta de sentimentos de culpa, ele/ela deve fazer o seguinte:
1) Confesse todos os pecados previamente cometidos que ainda não foram
confessados e sobre os quais você tem conhecimento.
Em alguns casos, sentimentos de culpa são apropriados porque confissão é necessária.
Muitas vezes nos sentimos culpados porque somos culpados!
(Veja a descrição de Davi de pecado e a sua solução em
=Salmos 32:3-5).=
2) Peça ao Senhor que revele qualquer outro pecado que precisa ser confessado.
Tenha a coragem de ser completamente aberto e honesto diante do Senhor. “Sonda-me, ó Deus,
e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau”
=(Salmos 139:23-24a).=

3) Confie na promessa de que Deus vai perdoar o pecado e remover a culpa baseado
no sangue de Cristo
=(1 João 1:9; Salmos 85:2; 86:5; Romanos 8:1).=
4) Nas ocasiões em que sentimentos de culpa surgem sobre pecados já
confessados e abandonados, rejeite esses sentimentos como culpa falsa.
O Senhor tem sido fiel à sua promessa de perdoar.
= Leia e medite em Salmos 103:8-12.=
5) Peça ao Senhor para repreender a Satanás, seu acusador, e peça ao
Senhor que restaure a alegria que acompanha a liberdade de culpa.
Salmos 32 é um estudo muito proveitoso. Apesar de Davi ter pecado de forma terrível,
ele encontrou liberdade dos seus pecados e sentimentos de culpa. Ele lidou com a causa da culpa
e a realidade do perdão. Salmos 51 é uma outra passagem muito boa para investigar.
A ênfase aqui é a confissão do pecado enquanto Davi implora a Deus com um coração
cheio de culpa e sofrimento. Restauração e gozo são os resultados.

Finalmente, se pecado tem sido confessado e arrependimento tem ocorrido, então é certo que o pecado
tem sido perdoado e é hora de seguir para a frente. Lembre-se que aquele tem vindo a Cristo
através de fé tem sido transformado em uma nova criatura. “E, assim, se alguém está em Cristo,
é nova criatura; {criatura; ou criação} as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”
(2 Coríntios 5:17).
Parte das “coisas antigas” que “já passaram” é a lembrança de pecados passados e a culpa que produziam.
Triste dizer que muitos Cristãos têm a tendência de ter prazer em recordar as vidas pecaminosas
que viviam antes de vir a Cristo, memórias tais que deviam estar mortas e enterradas há muito tempo.
Isso não faz nenhum sentido e vai de encontro à vida Cristã vitoriosa que Deus quer que tenhamos.
Um antigo provérbio diz: “Se Deus lhe salvou de uma piscina de pecado, não dê um mergulho para dar uma nadada”.
Fonte: GotQuestion

Estatística

Obrigado por participar do nosso Blog!!Deus te abençoe!!

Google+ Followers

Jesus Ama Você!!



Ensina-me, Senhor, o teu caminho,
e andarei na tua verdade;
une o meu coração ao temor do teu nome.
=Salmos 86:11=





GOSTOU DO BLOG?ENTÃO FIQUE A VONTADE PARA CURTIR ,COMENTAR E COMPARTILHAR!!

ACORDE POVO DE DEUS!!



Reflita:
Lembra-te, pois, de onde caíste,
e arrepende-te, e pratica as primeiras obras;
quando não, brevemente a ti virei,
e tirarei do seu lugar o teu castiçal,
se não te arrependeres.
= Apocalipse 2:5=





o pastor e o lobo.

Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
Pastores vivem à luz da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes.
Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos.
Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
Pastores têm amigos; lobo tem admiradores.
Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem
das suas ovelhas.
Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo
e para igrejas deles.
Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos
caricatos.
Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam
a infantilização das ovelhas.
Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e
tornam-se agressivos.
Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam das ovelhas.
Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos
lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
Pastores se comprometem com o projeto do REINO; lobos têm projetos e
reservas pessoais.
Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas lucrativas.
Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
Pastores buscam a discrição, lobos se auto-promovem.
Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam
pelo crescimento das ofertas.
Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram
ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.
E então, quem está cuidando de sua igreja, é o PASTOR ou o LOBO?
....











Sou Cristã...apaixonada por Jesus...não sou idólatra!!




=" SIGAM-ME NO TWITTER.OBRIGADO!

Google+ Badge

Postagens populares

Pesquisar este blog

ROLAGEM.