>A DIFERENÇA ENTRE PASTORES E LOBOS.




































Jesus Cristo :
Leão da Tribo de Judá.
Maravilhoso, Conselheiro,
Deus Forte, Pai da Eternidade
e Principe da Paz!

sexta-feira, 5 de julho de 2013

O caminho da oportunidade.


O caminho da oportunidade é aquele pelo qual Deus nos dirige.
Pode ser pedregoso e difícil, e muitas pessoas podem recusar-se a entrar por ele,
contudo, leva a uma nova realidade.
Neste caminho, aprendemos que as crises muitas vezes contribuem para
o nosso crescimento espiritual e emocional. Sendo assim, as crises nunca devem
ser desconsideradas como algo negativo, destrutivo, mas como algo que contribui
para nos tornarmos vitoriosos diante das dificuldades e das perdas em nossa vida.
O ser humano começa a enfrentar crises a partir de seu nascimento, e este processo [de criseàlutaàcrescimentoàestabilidade] se repete durante o seu crescimento e a fase adulta, até que a pessoa se torna emocionalmente madura,
mais consciente e responsável pelos seus atos e por suas escolhas.
A trajetória da vida espiritual é semelhante a da vida física e emocional. Por isto,
quando aceitamos a Cristo como Salvador e Senhor, nascemos de novo e somos comparados
a bebês espirituais, crescendo na graça, na fé e no conhecimento do Senhor à medida
que enfrentamos os desafios permitidos ou propostos por Ele para nossa carreira cristã.
As crises acontecem a fim de fazer-nos crescer e o nome de Jesus ser glorificado em nossa vida.
Sendo assim, não devemos prostrar-nos diante dos problemas; antes, devemos enfrentá-los
com a sabedoria divina e fortalecidos no Senhor e na força do Seu poder. Assim também
contribuiremos para a edificação dos mais fracos, inspirando-lhes o ânimo e a fé.
Nos momentos de dificuldade, não pegue os atalhos. Eles são perigosos e podem levá-lo à destruição.
Não considere os momentos de crise uma perda, e sim uma oportunidade para você reconstruir
o seu relacionamento com Deus e descobrir o que é necessário para viver melhor.
Se for preciso, mude o seu estilo de vida para continuar crescendo também no relacionamento
com a sua família e a Igreja.
Não fique triste nem desanimado. Medite no que está escrito em 2 Coríntios 4.7-9:
Temos, porém, este tesouro em vasos de barro para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.
Em tudo somos atribulados, mas não desanimados; perseguidos, mas não desamparados;
abatidos, mas não destruídos.
Que tesouro é esse? É Jesus. Ele nos fez a brilhante e poderosa promessa de que não
nos abandonaria em momento algum: Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos .
=(Mateus 28.20b).=
E quem são os vasos de barro? Somos nós. Em nosso interior existe um imenso poder que
emana do Espírito do Senhor que habita em nós. Tribulações, angústias e perseguições
não poderão afastar-nos de Cristo. Seja qual for o tipo de crise — social, existencial,
de identidade, conjugal — contribuirá para o nosso amadurecimento espiritual, emocional e intelectual.
Então, se você já entregou a sua vida a Deus, haja o que houver e sejam quais forem as dificuldades,
reconheça que o Senhor é fiel e o tem guardado. Confie que você é mais do que vencedor
por Aquele que o amou:
Jesus Cristo.
Não sucumba diante das dificuldades do seu dia-a-dia.
Enfrente-as certo de que, se você escolher o caminho da oportunidade
e enfrentar os momentos difíceis com Deus, a vitória chegará porque Ele
sempre tem um escape para quem nEle confia!
Autora: Drª Elizete Malafaia.

Estatística

Obrigado por participar do nosso Blog!!Deus te abençoe!!

Google+ Followers

Jesus Ama Você!!



Ensina-me, Senhor, o teu caminho,
e andarei na tua verdade;
une o meu coração ao temor do teu nome.
=Salmos 86:11=





GOSTOU DO BLOG?ENTÃO FIQUE A VONTADE PARA CURTIR ,COMENTAR E COMPARTILHAR!!

ACORDE POVO DE DEUS!!



Reflita:
Lembra-te, pois, de onde caíste,
e arrepende-te, e pratica as primeiras obras;
quando não, brevemente a ti virei,
e tirarei do seu lugar o teu castiçal,
se não te arrependeres.
= Apocalipse 2:5=





o pastor e o lobo.

Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
Pastores vivem à luz da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes.
Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos.
Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
Pastores têm amigos; lobo tem admiradores.
Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem
das suas ovelhas.
Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo
e para igrejas deles.
Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos
caricatos.
Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam
a infantilização das ovelhas.
Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e
tornam-se agressivos.
Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam das ovelhas.
Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos
lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
Pastores se comprometem com o projeto do REINO; lobos têm projetos e
reservas pessoais.
Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas lucrativas.
Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
Pastores buscam a discrição, lobos se auto-promovem.
Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam
pelo crescimento das ofertas.
Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram
ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.
E então, quem está cuidando de sua igreja, é o PASTOR ou o LOBO?
....











Sou Cristã...apaixonada por Jesus...não sou idólatra!!




=" SIGAM-ME NO TWITTER.OBRIGADO!

Google+ Badge

Postagens populares

Pesquisar este blog

ROLAGEM.