>A DIFERENÇA ENTRE PASTORES E LOBOS.




































Jesus Cristo :
Leão da Tribo de Judá.
Maravilhoso, Conselheiro,
Deus Forte, Pai da Eternidade
e Principe da Paz!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Os Dez Mandamentos do Namoro.


I. Não namore por lazer: namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar
o namoro como uma etapa importante e básica para um relacionamento duradouro e feliz
. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados.
II. Não se prenda em um jugo desigual,
(2 Co 6:14-18):
iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode
resultar em um casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas que freqüentam
igrejas evangélicas podem não ser verdadeiros convertidos ou não levarem o
relacionamento com Deus a sério.
III. Imponha limites no relacionamento: o namoro moderno, segundo o ponto
de vista dos incrédulos, está deformado e nele intimidade sexual ou práticas
que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão
não deve ser assim, o que nos leva ao próximo mandamento.

IV. Diga não ao sexo: Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas
que se amam e têm entre si um compromisso permanente. É uma bênção para ser
desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.
V. Mantenha a dignidade e o respeito: o namoro equilibrado tem um tratamento
recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível
para um compromisso respeitoso e duradouro. Desrespeito é falta de amor.
VI. Pratique a fidelidade: infidelidade no namoro leva à infidelidade no casamento.
Fidelidade é elemento imprescindível em qualquer tipo de relacionamento coerente
à vontade de Deus, que abomina a leviandade.

VII. Assuma publicamente seu relacionamento: uma pessoa madura e coerente com a
vontade de Deus não precisa e nem deve lutar contra seus sentimentos ou escondê-los.
VIII. Promova o diálogo e a comunicação: conversar é essencial, estabeleça uma comunicação
constante, franca e direta e não evite conversar sobre qualquer assunto.
IX. Cultive o romantismo: a convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade
e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento.

X. Forme um triângulo amoroso: namoro realmente cristão só é bom a três: O Casal e Deus.
Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.
=Autor: José Antônio Corrêa=

=A Graça e a Paz do Senhor Jesus Cristo.=

Estatística

Obrigado por participar do nosso Blog!!Deus te abençoe!!

Google+ Followers

Jesus Ama Você!!



Ensina-me, Senhor, o teu caminho,
e andarei na tua verdade;
une o meu coração ao temor do teu nome.
=Salmos 86:11=





GOSTOU DO BLOG?ENTÃO FIQUE A VONTADE PARA CURTIR ,COMENTAR E COMPARTILHAR!!

ACORDE POVO DE DEUS!!



Reflita:
Lembra-te, pois, de onde caíste,
e arrepende-te, e pratica as primeiras obras;
quando não, brevemente a ti virei,
e tirarei do seu lugar o teu castiçal,
se não te arrependeres.
= Apocalipse 2:5=





o pastor e o lobo.

Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
Pastores vivem à luz da cruz; lobos vivem debaixo dos holofotes.
Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos.
Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
Pastores têm amigos; lobo tem admiradores.
Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem
das suas ovelhas.
Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo
e para igrejas deles.
Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos
caricatos.
Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam
a infantilização das ovelhas.
Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e
tornam-se agressivos.
Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam das ovelhas.
Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos
lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
Pastores se comprometem com o projeto do REINO; lobos têm projetos e
reservas pessoais.
Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas lucrativas.
Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
Pastores buscam a discrição, lobos se auto-promovem.
Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam
pelo crescimento das ofertas.
Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram
ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.
E então, quem está cuidando de sua igreja, é o PASTOR ou o LOBO?
....











Sou Cristã...apaixonada por Jesus...não sou idólatra!!




=" SIGAM-ME NO TWITTER.OBRIGADO!

Google+ Badge

Postagens populares

Pesquisar este blog

ROLAGEM.